Pesquisar

Categoria: Rede Marista

19/08/2019

Iniciativa regional oportunizará formação teórico-prática sobre a cultura vocacional Entre os dias 2 e 7 de setembro, ocorrerá a primeira etapa da Escola Vocacional da Região América Sul, na Pousada Convento São Lourenço (Freis Capuchinhos), em Porto Alegre (RS). O encontro contará com a participação de, aproximadamente, 80 pessoas envolvidas com Animação Vocacional das cinco Unidades Administrativas que integram a Região América Sul, além de convidados/as do Instituto Marista. A Escola Vocacional é um projeto de formação regional, inspirado em uma atividade já promovida pela Província Marista Brasil Centro-Norte.   A iniciativa busca proporcionar uma formação teórica e prática aos participantes e promover espaços para debates e aprofundamentos a partir das realidades e contextos regionais, buscando a consolidação da cultura vocacional. A semana de formação será composta por uma programação dividida em quatro eixos temáticos: Vida Marista; Teológico e Antropológico; Psicológico e Espiritual; e Pastoral e Vivencial. Essa organização tem o objetivo de oportunizar um acompanhamento vocacional em cada um dos processos desenvolvidos. Durante as atividades, o Irmão Marista Tony León, responsável pela Animação Vocacional do Instituto e criador das artes desenvolvidas no XXIII Capítulo Geral, refletirá sobre a cultura

14/08/2019
Em 15 de agosto, data que marca a Assunção de Nossa Senhora, celebramos o Dia do Marista. A data escolhida em referência à Maria, padroeira do Instituto, convida a refletir sobre os valores marianos que inspiraram a obra de São Marcelino Champagnat. Diariamente Irmãos, Leigos/as, colaboradores/as, educandos/as e estudantes maristas dão continuidade a missão de Champagnat sendo presença significativa e transformadora no mundo. Para celebrar a data e inspirados pelo tema Juntos, sejamos farol de esperança, lançaremos, a partir da próxima quinta-feira, um conjunto de cinco vídeos que foram inspirados nas mais de 1.300 mensagens enviadas com demonstrações de carinho, amizade e afeto no Dia de Champagnat. Promovemos o encontro entre os personagens de quatro dessas histórias. De pessoas que vivem o carisma marista e que são sinais de luz nos diferentes espaços de missão. Confira o registro desse encontro:  

18/07/2019
Quatro estudantes do Colégio Marista Champagnat estiveram no Hemocentro do Hospital São Lucas da PUCRS para conversar com o responsável do setor, o hematologista Marco Antônio Winckler, sobre como funcionam as doações de sangue dentro da Instituição. Eles buscavam informações para desenvolverem um aplicativo que incentive estudantes de Colégios Maristas a serem doadores de sangue.
A ideia do grupo do primeiro ano do Ensino Médio faz parte do projeto de Iniciação Científica do colégio. “Percebemos que o assunto é muito importante e pouco discutido, por isso pensamos em influenciar outros alunos a doar para um hospital que também pertence à Rede Marista”, explica a estudante Isabella Roesler, de 15 anos.
Winckler mostrou a estrutura interna e o local de armazenamento do sangue coletado no HSL e explicou como funciona a distribuição dentro da Instituição. Ele salientou a importância de as pessoas terem a consciência de fazerem doações de sangue de forma espontânea, sabendo que aquele ato pode beneficiar, no mínimo, três pessoas, ajudando a salvar vidas. “Quem doa, se sente muito feliz em poder ajudar alguém que nem mesmo conhece”, afirma.
04/06/2019

Na semana do fundador da missão marista no mundo, somos convidados a homenagear quem é sinal de luz. No dia 6 de junho, celebramos o dia de São Marcelino Champagnat. Nessa data, recordamos a história de um homem que, há mais de 200 anos, acreditou que era possível transformar a vida de crianças, adolescentes e jovens por meio da educação evangelizadora. A persistência, a fé e a vocação de Marcelino na sua missão de educar com amor, é, até hoje, fonte de inspiração a todos nós. A obra que iniciou em 1817, segue viva e acesa no coração de todos e todas que, assim como Champagnat, acreditam na promoção da vida através da educação. Quem é luz na sua vida? Neste ano, para vivenciar a data, convidamos a todos e todas a reconhecer aqueles/as que são importantes na sua trajetória e que, assim como o nosso fundador, são sinais de luz. Para participar da ação digital, acesse diadechampagnat.com.br e preencha o formulário indicando quem e por qual motivo a pessoa homenageada é sinal de luz. Todas as mensagens serão publicadas, no mesmo endereço, no dia 6 de junho. Ao longo do mês, a plataforma estará liberada para que novas homenagens possam ser realizadas, com atualização semanal. Sobre a data Champagnat faleceu no dia 6 de junho de 1840, com 51 anos. Em 18 de abril de 1999, foi proclamado Santo,

Publicado em Rede Marista | Tags:
17/05/2019

​​​O dia 18 de maio é marcado pela lei 9.970 como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data faz memória ao assassinato de Araceli Crespo que com apenas oito anos de idade foi violentada e assassinada em 1973. Como maristas, defendemos a promoção e o direto à vida em todas as suas fases. Infelizmente sabemos que os casos de violência contra as crianças e jovens seguem com dados alarmantes. Segundo o relatório do Disque 100, anualmente são registradas mais de 80 mil denúncias de violações contra crianças de adolescentes, sendo que elas representam 70% das vítimas de abuso sexual no país.

Compromisso com a proteção da vida

Na busca pela na garantia dos diretos para crianças e jovens, desde 2012 a Rede Marista conta com o trabalho da Assessoria de Proteção à Criança e ao Adolescente. Esse é o órgão responsável pela execução das políticas de proteção da instituição e tem como objetivo promover os direitos da criança, por meio de ações de formação e conscientização, como: debates, palestras e visitas aos órgãos públicos vinculados aos órgãos legais de proteção. Para poten

Publicado em Rede Marista
15/08/2018

Dia do Marista: Ação especial marca a data

Em 15 de agosto, é comemorado o Dia do Marista. Escolhida por também celebrar a Assunção de Nossa Senhora, principal inspiração de São Marcelino Champagnat para fundar o Instituto Marista, a data recorda valores transmitidos há mais de 200 anos, como espírito de família, zelo, cuidado, ternura, fé, afeto e persistência. Atualmente, esse legado permeia a atuação marista em mais de 80 países.​ Em 2018, a data está sendo vivenciada a partir do apelo realizado a maristas de todo o mundo para que sejamos faróis de esperança em um mundo turbulento. Para isso, foi criado um site que convidou Irmãos Maristas, Leigos e colaboradores a publicarem frases que indicam diferentes maneiras de ser farol de esperança. As respostas selecionadas estão visíveis no site www.diadomarista.com.br. A ação tem o objetivo de engajar e homenagear aqueles que diariamente dão continuidade à missão marista, a partir da percepção de que podemos ser presença transformadora nos diferentes espaços nos quais estamos inseridos.

18/05/2018

Campanha combate a exploração sexual de crianças e adolescentes

Em sintonia com a missão de defender e promover a vida, a Rede Marista faz parte da mobilização pelo Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, 18 de maio. A campanha, planejada pela Assessoria de Proteção à Criança e ao Adolescente da instituição, destaca a importância de identificar e prevenir esse tipo de violação para mudar dados alarmantes que envolvem o tema. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 40 milhões de crianças sofrem algum tipo de violência a cada ano. Da mesma forma, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) aponta que 70% das vítimas de abuso sexual no Brasil são menores de idade. Enquanto sociedade, somos todos responsáveis por defender e garantir os direitos de crianças, adolescentes e jovens. Segundo o psiquiatra da infância e adolescência Bruno Raffa Ramos, há uma série de comportamentos que auxiliam a identificar uma possível vítima. “A descoberta a respeito de abusos, sobretudo os sexuais, tem uma trajetória gradual e passa por vários estágios: negação, revelação, retratação e reafirmação”, explica. Outro ponto de atenção é que esse processo pode se diferenciar conforme a faixa etária. “Os pequenos estão mais propensos a revelar o abuso a partir de frases inapropriad