Hospital São Lucas inicia vacinação contra o coronavírus

20/01/2021

Colaboradores da linha de frente da Covid-19 e participantes de estudo pioneiro começaram a ser imunizados nesta quarta-feira

Chegaram nesta quarta-feira, 20, ao Hospital São Lucas da PUCRS as doses destinadas à vacinação contra o coronavírus. A vacina Coronavac, produzida pela chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan e aprovada no último domingo para uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), começou a ser ministrada às 11h30 no HSL-PUCRS, sendo destinada a cinco colaboradores do grupo prioritário da primeira fase da imunização: profissionais da linha de frente contra a Covid-19, que atuam nas unidades de internação, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Emergência. Os demais funcionários serão chamados para o processo de vacinação gradativamente, evitando aglomerações.

Para o diretor-geral, Leandro Firme, este é um marco para toda a instituição. “É uma mistura de satisfação, gratidão e esperança. Uma alegria poder iniciar o processo de imunização dos nossos colaboradores e médicos que estão há mais de dez meses incansavelmente na linha de frente prestando assistência a tantas pessoas que foram acometidas pelo Coronavírus”. Ele ressaltou que o Centro de Pesquisa do HSL, com o estudo, se consolidou como pioneiro de um dos estudos mais importantes para a humanidade até o momento. “Isso trouxe uma resposta de saúde efetiva para salvar tantas vidas”.

A diretora assistencial do HSL, Simone Ventura, considera este um dia único e repleto de esperança. “Passamos por tempos difíceis e é realmente um gesto importante e muito emocionante. É o início de tempos melhores”. O técnico de enfermagem João Carlos Marques foi um dos primeiros colaboradores da instituição a receberem o imunizante no final desta manhã. “É uma sensação de muita emoção, expectativa, ansiedade. Esperamos que logo todos sejam vacinados para encontrarmos amigos e familiares. Que possamos viver felizes como antes”. Também vacinada, a médica intensivista Alessandra Dorsh não conteve a emoção: “Nós passamos tantos meses intermináveis de angústia e essa vacina traz uma sensação de esperança de tempos melhores. Foi difícil segurar a emoção, pois é um momento muito marcante”.

Participantes do estudo com dose placebo também começam a ser imunizados

Após a aprovação pelo Instituto Butantan também nesta manhã, os participantes da dose placebo do estudo Coronavac também começaram a receber a vacina oficial, garantindo a imunização. O processo de chamada também será realizado com a manutenção do distanciamento social e é parte integrante dos testes que reuniram 1.335 voluntários ao longo de cinco meses. Fabiano Ramos, chefe do serviço de infectologia do hospital e condutor da pesquisa, afirma estar muito feliz em ver o resultado o trabalho e o esforço de cinco meses empenhado pela Hospital São Lucas da PUCRS, em especial com a equipe que está conduzindo o estudo no desenvolvimento desta vacina. “Ver o produto desse estudo chegando à população e, principalmente aos profissionais que estão na linha de frente, é uma grande vitória”.

O Hospital São Lucas foi pioneiro no Estado para os testes da eficácia do imunizante junto a 15 centros pelo país, fundamentais para a aprovação e início da vacinação em todo o território nacional. A vacina, totalmente segura, comprovou ser eficiente em 100% dos casos graves que podem levar à internação ou morte.

COMPARTILHAR:
Publicado em Evento