Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
Pesquisar

Notícias

Filtro de Notícias
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
21/06/2018

Variações climáticas estimulam crises de asma

Com uma estimativa de 235 milhões de portadores em todo o mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a asma é a doença crônica mais comum entre as crianças. A falta de identificação rápida e de uma assistência adequada é comum e pode gerar consequências sérias para essas pessoas, que ficam sujeitas a restrições em suas atividades diárias. No dia 21 de junho, é celebrado o Dia Nacional de Combate à Asma, uma data dedicada para esclarecer dúvidas e disseminar informações sobre o tema. Bastante comum no inverno, a asma é uma doença inflamatória das vias aéreas com origem multifatorial, sendo a predisposição genética a principal delas. Costuma manifestar-se em crises, que podem ser desencadeadas por fatores como mudanças bruscas de temperatura, infecções respiratórias (gripes, resfriados e sinusites) e exposição a substâncias que provocam alergia respiratória, a exemplo de ácaro, pó, poeira, mofo, fumaça, cigarro, perfumes e cheiros fortes. Os principais sintomas são chiado no peito, falta de ar, tosse e sensação de aperto no peito. Frequentes no Rio Grande do Sul, as variações climáticas são provocadoras desse processo, exigindo cuidado redobrado. “O fato de em uma semana a temperatura ser muito baixa e na seguinte chegar a quase 30ºC é muito ruim para o alérgico respiratório. É o que desencade

20/06/2018

Você conhece a Etiqueta Respiratória?

Crianças e adultos com sintomas respiratórios, como tosse, coriza e congestão nasal, devem ser orientados a seguir medidas simples, mas que podem minimizar a transmissão de doenças infecciosas. Conheça a Etiqueta Respiratória: – Ao tossir ou espirrar, cubra a boca e nariz com um lenço de papel e descarte-o imediatamente no lixo. – Caso não tenha lenço ou papel, utilize o antebraço para tossir e ou espirrar. Não use as mãos para cobrir a boca, pois são importantes meios de contaminação – Higienize as mãos com frequência e sempre após tossir ou espirrar, use água e sabonete ou álcool gel.

Publicado em Imprensa do HSL
18/06/2018

Hospital São Lucas participa da Festa Junina Solidária do Colégio Champagnat

  O Hospital São Lucas da PUCRS estará presente na Festa Junina do Colégio Marista Champagnat, que acontece dia 30 de junho, das 12h às 17h. A entrada é a doação de 1litro de leite, que serão destinados para o Centro Social Marista Santa Isabel, Centro Social Marista Mario Quintana e a Escola Marista de Educação Infantil Tia Jussara, localizada na Ilha dos Marinheiros.   Durante o evento, o hospital oferecerá a comunidade serviços gratuitos de verificação de pressão arterial, cálculos de IMC e teste de glicose.   O Colégio Marista Champagnat fica localizado na Avenida Bento Gonçalves, 4314, bairro Partenon.

Publicado em Imprensa do HSL
15/06/2018
josé miguel chatkin

Pneumologista recebe reconhecimento internacional

Profissional foi nomeado com o título de Lifetime Achiever pelo Marquis Who’s Who

O coordenador médico do Serviço de Pneumologia do Hospital São Lucas da PUCRS, José Miguel Chatkin, foi nomeado com o título de Lifetime Achiever pelo Marquis Who’s Who, por sua produção médica profissional e acadêmica. Desde 1899, após escolha e indicação oficial por parte de avaliadores, a organização internacional publica a bibliografia dos profissionais destaques em várias áreas do conhecimento. Chatkin foi reconhecido pelo trabalho e realizações alcançadas dentro da medicina. Pneumologista e educador, ele é especialista em tabagismo e doenças relacionadas ao tabaco. Formado em Medicina pela UFRGS, com mestrado e doutorado pela mesma Universidade e Pós-Doutorado pela University of Toronto. Atua no HSL e na Escola de Medicina da PUCRS desde 1976, tanto na graduação como na pós-graduação, com 69 orientações concluídas em sua área de atuação com alunos em iniciação científica, mestrado ou doutorado. Até o momento, publicou 104 artigos científicos, sendo a maioria em revistas indexadas no estrangeiro, além de 53 livros e capítulos de livros. De 1986 a 2009, foi consultor da Organização Mundial da Saúde (OMS)/ Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) para implantação e a

11/06/2018

Ir. Inacio Etges é nomeado Provincial para o Triênio 2019-2021

Graduado em Teologia e Matemática pela PUCRS e com graduação e mestrado em Psicologia pela Universidade Gregoriana, em Roma, o Ir. Inacio tem uma expressiva trajetória como gestor e educador. Esteve à frente da antiga Província Marista do Rio Grande do Sul e exerce essa função na Província Marista Brasil Sul-Amazônia desde 2016. Também foi professor nos Colégios Maristas Rosário, Champagnat, São José e Graças e atuou nas Casas de Formação para Irmãos em diversos períodos. Inspirados por São Marceli
Publicado em Imprensa do HSL
08/06/2018
Designed by Timmdesign / Freepik

Dia Mundial da Imunização lembra a importância da vacinação

Ação ajuda na prevenção de diversas doenças

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 2 e 3 milhões de mortes por ano são evitadas com a vacinação. A OMS garante que esse é um dos investimentos em saúde que oferecem o melhor custo-benefício para as nações. Por isso, o Dia Mundial da Imunização, 9 de junho, é uma data marcada para trazer mais informações e esclarecer todas as dúvidas da população sobre esse importante tema. Alguns hábitos ajudam a fortalecer o sistema imunológico, como uma alimentação saudável e equilibrada, prática regular de atividade física e a qualidade do sono. Porém, a única medida comprovadamente capaz de prevenir uma determinada patologia é a imunização. Por isso, gera grande impacto na saúde pública, no aumento da qualidade e da expectativa de vida. “Devido ao sucesso de estratégias de vacinação, doenças graves como a varíola e a poliomielite foram erradicadas no Brasil. Além disso, outras doenças altamente contagiosas, como o sarampo, tiveram seus números extremamente reduzidos”, ressalta a médica do Serviço de Infectologia do Hospital São Lucas da PUCRS, Marina de Almeida Rodrigues. O desenvolvimento de uma vacina segue altos padrões de exigência e qualidade em todas as suas fases, que incluem a pe

06/06/2018

A importância do teste do pezinho para a saúde do bebê

Em sua versão básica, ele detecta seis doenças graves e deve ser feito até o quinto dia de vida do bebê.

  Fundamental na identificação de doenças graves, o teste deve preferencialmente ser coletado entre 48h de vida e 5 dias. O exame consiste em coletar uma pequena amostra de sangue do calcanhar do recém-nascido e pode identificar até 46 enfermidades ainda no estágio inicial. Segundo a geneticista do Hospital São Lucas da PUCRS – HSL, Maria Teresa Vieira Sanseverino o teste é importante para diagnóstico precoce, tratamento imediato e prevenção de sequelas no recém-nascido. Conhecido também como “triagem básica”, o teste do pezinho é disponível no São Lucas também pelo Sistema Único de Saúde.  

Doenças identificadas no Teste do Pezinho

De acordo com a médica, o teste do pezinho é fundamental para a identificação precoce de doenças raras e genéticas. Permitindo o início do tratamento antes do surgimento de decorrências graves na criança. As doenças apontadas pelo exame e que estão previstas na cobertura obrigatória do Programa Nacional de Triagem Neonatal no Brasil são:

  • Fenilc

Publicado em Imprensa do HSL
06/06/2018
mv soul, gestão, sistema

Comunicado importante – Implantação do novo sistema de gestão

No dia 09 de junho, o Hospital São Lucas da PUCRS colocará em funcionamento um novo sistema de gestão em saúde, que visa a excelência do atendimento oferecido ao paciente. Esta transição poderá ocasionar pequenos transtornos no atendimento nos próximos dias. Antecipadamente, agradecemos a sua compreensão. Direção do Hospital São Lucas da PUCRS

04/06/2018

Conheça os principais mitos sobre a doação de sangue

Segundo estimativas do ministério da saúde, menos de 2% da população brasileira é doadora regular de sangue. A falta de informação colabora para que esse número seja tão baixo. Dessa forma, esclarecemos alguns mitos que acabam gerando dúvidas na hora de doar sangue: 1 – Diabéticos não podem doar sangue? Mito: Diabéticos podem doar sangue sim, desde que a doença esteja controlada apenas com alimentação ou hipoglicemiantes orais. 2 – Posso doar sangue todo mês? Mito: A doação de sangue deve realizada com intervalo mínimo de 60 dias para homens e 90 dias para as mulheres. Nosso corpo precisa de um prazo para se recompor totalmente após a doação. 3 – Idosos não podem doar sangue? Mito: Desde 2013, houve aumento na idade máxima dos doadores de sangue pelo ministério da saúde. Atualmente, é permitido a doação de sangue por pessoas que possuam entre 16 e 69 anos. 4 – A doação de sangue é proibida a pessoas que possuem piercing e tatuagem? Mito: Apenas pessoas com piercing na cavidade oral ou órgãos genitais não podem realizar a doação, pois são locais mais suscetíveis a infecções do que outras áreas do corpo. Após a realização de tatuagens ou colocação de piercing nas demais regiões do corpo, a doação pode ser feita após um ano, p

04/06/2018

São Marcelino Champagnat, exemplo de proximidade e ternura

Em 6 de junho celebramos o Dia de São Marcelino Champagnat, fundador do Instituto Marista e nossa inspiração diária para dar continuidade à missão de promover a vida. A data marca a trajetória do homem que há mais de 200 anos acreditou ser possível transformar realidades por meio da educação evangelizadora. É uma homenagem à sua presença, permeada por atitudes de proximidade e ternura. É a partir dessas duas características do fundador que iremos celebrar a data em 2018. Irmãos, educadores, colaboradores e estudantes são convidados a homenagear aqueles que são sinais de afeto e proximidade, como Champagnat. A ação ocorre em todos os empreendimentos da Rede Marista (PUCRS, Colégios e Unidades Sociais, Hospital São Lucas e Instituto do Cérebro do RS) e nas redes sociais. Para participar, basta pegar um dos cartões que ficarão espalhados pelas unidades maristas e escrever um recado para alguém que é exemplo de proximidade e ternura. Ao entregar ou receber um bilhete, é possível compartilhar fotos nas redes sociais com a hastag #DiadeChampagnat.

Publicado em Imprensa do HSL