Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
Pesquisar

Notícias

Filtro de Notícias
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
COMPARTILHAR:
22/01/2019
Designed by Kjpargeter

Silenciosa, doença pode levar a morte de forma muito veloz  Aplicadas nos casos de infecção respiratória e do trato urinário, as quinolonas estão entre os antibióticos mais utilizados no mundo. No entanto, segundo pesquisa publicada no British Medical Journal, uma respeitada revista da área médica, seu uso pode estar associado a um aumento do risco de aneurisma e dissecção da aorta abdominal. Essa é uma doença silenciosa e que pode levar a morte de forma muito veloz, por isso, fique atento e saiba mais sobre o tema. O aneurisma é definido como uma dilatação de pelo menos 50% do diâmetro normal do vaso sanguíneo. Essa dilatação ocorre por causa de um enfraquecimento da parede da artéria, que com a progressão pode causar o seu rompimento. Nesses casos, mesmo procurando uma instituição especializada, a doença pode levar à morte muito rapidamente. Normalmente, ela não apresenta sintomas, dessa forma, é essencial se prevenir e realizar um acompanhamento com o seu médico cardiologista e cirurgião vascular. “Em alguns casos a pessoa tem sintomas inespecíficos de dor abdominal e na região das costas, pela compressão em estruturas vizinhas. Essas são situações mais graves, em que, normalmente, o aneurisma já tem diâmetros maiores de 5,5cm em homens e de 5,0cm em mulheres. No entanto, a melhor opção é alcançar um diagnóstico antes dos sinais físicos se manifest

COMPARTILHAR:
Publicado
21/01/2019
Dr. Jefferson Braga da Silva realizando uma cirurgia

Programa de Residência em Cirurgia da Mão do Hospital São Lucas da PUCRS recebe alunos estrangeiros anualmente O ensino em saúde está na essência da atuação do Hospital São Lucas da PUCRS. Essa excelência na formação de profissionais é reconhecida no Brasil e no exterior. Um exemplo da qualidade desse trabalho é o Programa de Residência em Cirurgia da Mão. Responsável pela formação de 45 especialistas na área ao longo de sua história, o projeto conta anualmente com a participação de estudantes internacionais. Já participaram do programa médicos de Uruguai, Argentina, Chile, Alemanha, Estados Unidos, entre outros. Essa conexão estrangeira surgiu antes mesmo da formação do Serviço no Hospital. O Chefe do Serviço de Cirurgia da Mão e Microcirurgia Reconstrutiva do HSL e decano da Escola de Medicina da PUCRS, Jefferson Luis Braga da Silva, realizou a sua formação na França e criou uma grande rede de contatos. “Lá o sistema de residência é interessante, pois o médico não fica em um único hospital. É como se praticasse sobre mão congênita em Porto Alegre, sobre trauma em Caxias, sobre a cuidado do adulto em Uruguaiana. Com isso, eu conheci muita gente, já que eu ficava quase um ano em cada lugar, e essas pessoas voltaram para os seus países. Por isso, recebemos e encaminhamos muitos alunos para fora, para aprender junto com esses outros especialistas que estão espalhados no

COMPARTILHAR:
18/01/2019

O Hospital São Lucas da PUCRS conta com um novo chefe do Serviço de Cirurgia Cardiovascular. Formado em medicina pela UFRGS, o médico Eduardo Saadi possui mestrado e doutorado pela mesma Universidade, além de pós-doutorado em Cirurgia Cardiovascular realizado no Royal Brompton Hospital (Londres). Saadi chega ao posto com o objetivo de colaborar com o aperfeiçoamento dos processos da Linha de Cuidados Cardiológicos, liderada pelo cardiologista Paulo Ricardo Caramori. Entre as alterações propostas para garantir mais segurança aos procedimentos está o emprego rotineiro de ecocardiograma transesofágico transoperatório, realizado por uma equipe de anestesistas cardiovasculares. Outra meta é trabalhar de forma ainda mais forte com o tratamento por cateter das doenças cardíacas estruturais, em conjunto com os serviços de Cardiologia, Cardiologia Intervencionista e Imagem. Além do tratamento transcateter da valva aórtica, já bem estabelecido na instituição, será iniciado o tratamento transcateter da valva mitral, em parceria como outros centros de ponta no mundo. “Hoje, muitas doenças cardiovasculares podem ser tratadas de modo minimamente invasivo, como aneurismas da aorta, doenças das valvas cardíacas e outros defeitos estruturais do coração. Estes procedimentos, além de menos agressivos, em casos selecionados, reduzem a mortalidade e aceleram a recuperação dos pacientes. Para o suce

COMPARTILHAR:
18/01/2019

Durante a ação “Qual é o seu desejo de Natal?”, onde colaboradores, pacientes e familiares puderam deixar no varal as suas mensagens e desejos para o Natal, um pedido muito especial foi feito. Jovem aprendiz desde 17 de janeiro de 2017, e perto do fim do contrato, o Thiago Vinicius Maciel Pedroso desejou que ele fosse efetivado e passasse a integrar o quadro de colaboradores da instituição. Foi então que em 14 de janeiro de 2019, ele recebeu uma ligação inesperada.

COMPARTILHAR:
Publicado | Tags: ,
17/01/2019

O Aedes Aegypti, mosquito responsável por transmitir doenças como Dengue, Zika e Chikungunya, se reproduz o ano todo. No entanto, o verão é a época em que aumenta a sua proliferação em decorrência das constantes chuvas e das altas temperaturas. Por isso, é importante estar atentos e seguir algumas recomendações para evitar a contaminação.

COMPARTILHAR:
Publicado | Tags:
28/12/2018

Dando continuidade ao projeto de ampliação do Instituto do Cérebro do RS (InsCer), foram colocados tapumes no entorno do prédio, e as vagas de estacionamento disponíveis serão interditadas a partir do dia 2 de janeiro. Em função disso, a alternativa para funcionários, visitantes e pacientes é a utilização do estacionamento coberto do Parque Esportivo, com acesso pela Avenida Ipiranga ou pela Rua Professor Cristiano Fischer. Iniciadas no segundo semestre de 2018, as obras têm previsão de conclusão para 2020 e irão triplicar o tamanho do Instituto. Durante este período, todas as atividades atuais serão mantidas: os exames no Centro de Imagem, as pesquisas clínicas e pré-clínicas e a produção de radiofármacos. Os clientes não terão nenhum prejuízo em relação aos atendimentos realizados.

Obras de Ampliação

Atualmente, o InsCer ocupa uma área de 2.549 metros quadrados, correspondendo a aproximadamente 40% da área originalmente projetada. A ideia da ampliação é completar a área correspondente ao projeto original, chegando ao total de 9.335 metros quadrados. Com a nova estrutura, o Centro de Produção de Radiofármacos terá sua capacidade de desenvolvimento ampliada e todo o processo de produção desses novos produtos ocorrerá dentro do Instituto, desde a pesquisa básica para descobrir novos biomarcadores até a ap

COMPARTILHAR:
Publicado em Imprensa do HSL
23/12/2018
Fundo vetore desenhado por Lexamer - Freepik.com

Atenção aos sintomas e a prevenção são essenciais para aproveitar essa época com saúde  O período de festas de final de ano é muito intenso e de alegria. No entanto, durante esses dias de confraternização, é importante estar atento a nossa saúde. Uma pesquisa realizada por um grupo de universidades da Suécia e divulgada na BMJ, uma das mais conceituadas publicações sobre medicina no mundo, apontou um aumento no número de problemas cardiovasculares durante o período. O trabalho estudou as admissões por infarto em alguns hospitais suecos durante o período do Natal ao longo de 16 anos. Os resultados demonstram o papel de gatilho que fatores externos e comportamentais podem ter em pessoas que já possuem alguma vulnerabilidade. Por isso, para aproveitar bem os próximos dias, é importante se prevenir e também estar atento aos sinais, procurando rapidamente a assistência especializada em caso de identificação. “As festas de final de ano nos trazem muito prazer, quando podemos confraternizar com as pessoas que amamos. No entanto, por alguma razão, isso ativa mecanismos no organismo e talvez modifique também a conduta das pessoas. Essas duas coisas, a excitação emocional e o descuido com a alimentação mais o excesso de bebida, levam ao aumento dos problemas cardiovasculares. Conseguir desfrutar do prazer das próximas semanas com inteligência para se proteger é fundamental”, exp

COMPARTILHAR:
20/12/2018

A alegria e a esperança do Natal invadem todos os espaços durante esse período especial e no Hospital São Lucas da PUCRS não é diferente. Nessa época, realizamos diversas iniciativas para trazer um pouco desse espírito para os nossos pacientes e seus familiares. Descontração e presentes para as crianças

COMPARTILHAR:
Publicado em Evento
20/12/2018

O ano está terminando, mas ainda dá tempo de compartilhar vida. O Banco de Sangue do Hospital São Lucas da PUCRS precisa de doações de todos os tipos sanguíneos com urgência. Realize um ato de amor e solidariedade durante o período de festas: Doe sangue! Uma doação pode ajudar a salvar até quatro vidas! Seja um doador e salve vidas! Para doar é preciso cumprir algumas exigências como ter de 16 a 69 anos. Menores de 18 só podem participar com autorização do responsável e maiores de 60 se já tiverem realizado doações antes. É essencial ter, no mínimo, 50 quilos e um bom estado de saúde. Não pode estar em jejum e nem ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas. No momento da doação é necessário a apresentação da carteira de identidade com foto. Homens podem doar a cada dois meses e mulheres a cada três, respeitando o limite anual de quatro e três doações respectivamente. Doadores com novas tatuagens devem aguardar 12 meses para fazer a próximo doação.   Banco de Sangue do Hospital São Lucas da PUCRS Onde: 2º andar do hospital (Av. Ipiranga, 6.690 – Porto Alegre) Quando: Segunda, terça, quinta e sexta-feira – das 8h às 18h30min Quarta-feira – das 8h30 às 18h Sábado – das 8h às 12h, mediante agendamento (exceto feriados)

COMPARTILHAR:
Publicado em Imprensa do HSL | Tags:
19/12/2018

Alinhados com o processo de transformação no qual o Hospital São Lucas da PUCRS vem passando, qualificando e reestruturando os seus processos, foi desenvolvido um plano de desenvolvimento e capacitação para o grupo gerencial e da assistência que incluísse a construção de uma identidade, competências e técnicas de gestão. Os encontros dos Líderes Assistenciais e dos Líderes Coordenadores e Gerentes foram fundamentais para integrar equipe e conteúdo, por meio de aulas ministradas por profissionais experientes e altamente capacitados em suas áreas de atuação.

COMPARTILHAR: