Representantes de hospitais americanos visitam o HSL

21/08/2018

Representantes de hospitais americanos visitam o HSL

Ação busca estreitar a relação entre as instituições e estabelecer futuras parcerias

Na última segunda-feira, 20 de agosto, o Hospital São Lucas da PUCRS (HSL) recebeu a visita de uma comitiva de hospitais americanos. Organizada pela Embaixada dos Estados Unidos, a missão buscou conhecer a estrutura e as áreas de excelência do HSL, estreitar a relação entre as instituições e estabelecer futuras parcerias. O grupo foi recepcionado pelo Superintendente Adjunto do Hospital, Irmão Lauri Heck, pelo Diretor Técnico e Clínico, Saulo Gomes Bornhorst, pela Gerente de Práticas Assistenciais, Danieli Mota da Silva Radu, e pelo diretor técnico e coordenador cirúrgico do Centro da Obesidade e Síndrome Metabólica (COM), Cláudio Corá Mottin.

O encontro contou com a participação de representantes do Shirley Ryan AbilityLab, do Broward Health International, do Community Medical CentersCentral California, do Cook Children’s Health Care System, do Minnesota International Medicine e do UCLA Health, além de membros do U.S. Department of Commerce e dos Consulados Americanos de Porto Alegre e de São Paulo. Além de assistir uma apresentação institucional do HSL, realizada por Bornhorst, eles tiveram a oportunidade conversar com alguns dos médicos do corpo clínico da instituição, obtendo mais informações sobre o trabalho desenvolvido por cada área e identificando possibilidades de cooperação. Estiveram presentes no encontro o coordenador médico da Linha de Cuidados Oncológicos, André Fay; o Chefe do Serviço de Nefrologia, Carlos Eduardo Poli de Figueiredo; o pneumologista pediátrico, Leonardo Pinto; o nefrologista Leonardo Kroth e a professora da Escola de Medicina da PUCRS Bartira da Costa.

“Nós somos um centro acadêmico de medicina com um formato bastante similar ao de vocês, pois também estamos situados dentro do Campus de uma Universidade. Por isso, estamos interessados em expandir os intercâmbios na área da educação e também contribuir com pesquisas”, explica Vivian Beene, Diretora de Operações Internacionais do UCLA Health.

COMPARTILHAR:
hospitais_americanos