Tag: Serviço de Infectologia

23/09/2020
vacina_corona_hsl-pucrs - sinovac

Pesquisa teve prazo estendido até segunda quinzena de outubro e deve ultrapassar a meta de participantes O Hospital São Lucas da PUCRS (HSL-PUCRS) ampliou o escopo de participação de voluntários no estudo da vacina contra o novo coronavírus. Já a partir desta terça-feira, 22/9, profissionais da área da saúde com mais de 60 anos ou que já tiveram Covid-19 poderão participar da pesquisa. A ampliação do escopo ocorreu em virtude de uma definição do Instituto Butantan e da farmacêutica Sinovac, que conduzem o projeto junto a outros 11 centros de pesquisa no país. Atualmente, cerca de 600 participantes já receberam pelo menos uma das doses da vacina ou placebo no Hospital. Com o avanço do estudo, a meta inicial de 852 voluntários deverá ser batida, haja vista que os testes serão estendidos até a segunda quinzena de outubro. “Os novos perfis de voluntários que entram nesta etapa do estudo serão importantes para a mensuração dos resultados, que já têm sido muito animadores. Com a ampliação da pesquisa devemos passar com tranquilidade dos mil participantes.”, salienta o Dr. Fabiano Ramos, líder do estudo e chefe do Serviço de Infectologia do HSL. Os interessados em participar dos testes deverão preencher formulário que está disponível

30/03/2020
coronavírus,vírus,infectologia,hsl,hospital são lucas

Fique em casa. Diante da pandemia, é preciso reforçar a necessidade do isolamento social neste momento, como forma de quebrar a cadeia de transmissão da doença Desde que a epidemia da covid-19 chegou ao Brasil, recebemos informações a todo instante. Por se tratar de uma nova doença, é fundamental acompanhar atualizações e se manter atento às novas recomendações de prevenção. Considerando a experiência de outros países, neste momento, o isolamento social é importante e necessário, com o objetivo de diminuir o pico de casos que pode vir pela frente e evitar sobrecarga ao sistema de saúde. O primeiro passo é entender quais são os cuidados necessários para a prevenção, e o mais importante deles é higienizar frequentemente as mãos com água e sabão ou álcool gel, sobretudo quando houver contato com superfícies potencialmente contaminadas. Além disso, atentar para a etiqueta respiratória – cobrir a boca e o nariz com o antebraço ao tossir ou espirrar – e evitar levar as mãos ao rosto antes de higienizá-las. Apenas pessoas com sintomas respiratórios devem usar máscara comum para evitar contaminação do ambiente e não há recomendação para uso de luvas. A disseminação do vírus acontece por meio de gotículas que se formam através da fala, da tosse ou de espirros e contêm os vírus. Uma pessoa contaminada pode disseminar essas gotículas entre um e dois metros de distância. O tempo q

29/11/2018

Hospital São Lucas da PUCRS promove bate-papo para marcar o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS

  Com o objetivo de alertar e esclarecer dúvidas sobre o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS, o Hospital São Lucas da PUCRS promove o Talk Show “Pergunta aê!” dia 4 de dezembro, às 17h30, na ATL House (Rua da Cultura – PUCRS). O evento contará com a participação da equipe do Serviço de Controle de Infecção e de um convidado especial portador do vírus HIV, que trará o relato da sua experiência de convívio com a doença.   Dentro da programação do Ministério da Saúde, foi lançado o Boletim Epidemiológico 2018, destacando Porto Alegre como a cidade com maior índice de casos de AIDS no país. São 60,8 portadores a cada 100 mil habitantes. De acordo com o chefe do Serviço de Controle de Infecção do Hospital São Lucas da PUCRS, Fabiano Ramos, esses números são influenciados pela diminuição na frequência do uso de preservativo durante as relações sexuais. “Como a AIDS se tornou uma doença crônica, onde as pessoas que fazem tratamento n