HSL recebe doação de respiradores da empresa Tramontina

09/12/2020

Homologado pela Anvisa, Ventra foi doado como alternativa  diante da alta demanda na rede hospitalar durante a pandemia

O Hospital São Lucas foi um dos contemplados na entrega de 40 respiradores feita pela empresa gaúcha, que desenvolveu o Ventra para ser utilizado imediatamente em pacientes com sintomas graves. O sistema substitui o reanimador manual chamado de Ambu, atualmente utilizado nas emergências dos hospitais, com vantagens ligadas à simplicidade, baixo custo, fácil assepsia e disponibilidade no mercado.

Foram doados quatro equipamentos, cujo conceito é baseado em estudo do MIT – Massachusetts Institute of Technology – que envolve um sistema mecânico automatizado relativamente simples e barato. O desenvolvimento do Ventra contou com testes técnicos de bancada Laboratório de Eletromédicos do Labelo – PUCRS, que funciona junto ao HSL. Na instituição, os testes foram supervisionados pelo chefe do Serviço de Cardiologia, Dr. Paulo Caramori.

Caramori destacou que o grande marco da entrega é a união de uma indústria do tamanho da Tramontina com as instituições de saúde, no esforço contra a pandemia da Covid-19. “Isso demonstra a atitude de entregar uma tecnologia nova. Trata-se de um ventilador feito completamente aqui no Estado com a melhor tecnologia disponível para ajudar a nossa população”.

Leandro Firme, diretor-geral do HSL-PUCRS, reforçou que a entrega chega para dar suporte à área assistencial e somar ao parque tecnológico da instituição. “O equipamento traz, além da tecnologia inovadora, ainda mais segurança aos nossos processos assistenciais. Somos gratos a essa iniciativa e à Tramontina, engrandecendo a louvável atitude de modificar parte da sua planta para cumprir com um propósito maior, que é salvar vidas”.

Ao realizar a entrega, o diretor da Tramontina, Oswaldo Steffani, afirmou o objetivo do Ventra é ser realmente um equipamento de suporte respiratório emergencial e transitório. “Ele pode ser útil nas situações em que não há disponibilidade imediata de ventiladores de cuidados críticos, até que a situação seja solucionada. E se pudermos salvar uma única vida, então nosso objetivo terá sido alcançado”, finalizou.

Participaram ainda da entrega o engenheiro clínico da Engenharia Biomédica do Hospital, Luis Fernando Carrasco; a gerente de Captação de Recursos da instituição, Isadora da Silveira, e os diretores Dr. Saulo Bornhorst, diretor-técnico; Simone Ventura, diretora assistencial e Saulo Mengarda, diretor financeiro.

COMPARTILHAR: