Pesquisar

Visão Geral

Visão Geral

Desenvolver assistência, ensino e pesquisa em saúde, de forma integrada, tem sido o propósito do Hospital São Lucas da PUCRS desde sua inauguração em outubro de 1976. Para isso, em mais de 40 anos de existência, o HSL busca permanecer atualizado com o que há de mais moderno e eficiente em equipamentos, tecnologias e gestão. Com atendimento humanizado, embasado nos valores Maristas, assiste a pacientes adultos e pediátricos, abrangendo praticamente todas as especialidades médicas. É um hospital geral, de natureza filantrópica, onde circulam mais de 18 mil pessoas por dia.

  • 61 mil metros quadrados de área construída
  • 580 leitos operacionais
  • 94 leitos de UTI
  • 111 consultórios
  • 18 salas cirúrgicas
  • 3 salas de parto
  • 2.856 colaboradores
  • 2.010 médicos do corpo clínico
  • 80 clínicas no Centro Clínico
Modelo Assistencial
Fundamentado na Missão Institucional, o Modelo Assistencial do Hospital São Lucas da PUCRS (HSL) integra-se ao propósito de ampliar o reconhecimento nacional e internacional como hospital de referência na assistência, na formação de profissionais (ensino), na geração de conhecimento (pesquisa) e na gestão, contribuindo, assim, para o desenvolvimento da sociedade. A destacada trajetória da assistência, do ensino e da pesquisa na área da Saúde do HSL, somada às tecnologias assistenciais e educativas produzidas a partir de evidências científicas (prática baseada em evidências), decorrem do investimento de pesquisadores e profissionais que mobilizam, a cada dia, a inovação na saúde, com tecnologias assistenciais de ponta, promovendo uma assistência integral, de excelência e segura para os pacientes e suas famílias.
A assistência integral é entendida na perspectiva de cuidado integral. Com base em pressupostos teóricos de Watson1, o cuidado é entendido como ciência, embasado em um sistema humanístico que se concretiza: pela interpessoalidade; pela promoção da saúde; pelo desenvolvimento pessoal e familiar; pelo acolhimento e respeito à diversidade e pelo entendimento de que o cuidado abarca conhecimento científico, tecnológico e humano.  Portanto, a assistência integral requer conhecimentos e ações interdisciplinares que atendam às necessidades bio-psico-sociais-espirituais de cada pessoa e de sua família.
A assistência integral pressupõe excelência em todas as etapas do cuidado para com as pessoas/pacientes e suas famílias, incluindo a estrutura ambiental, tecnológica e humana (equipes interprofissionais). O cuidado interprofissional mobiliza diferentes saberes necessários para a assistência integral, requerendo de cada profissional o desenvolvimento de atitudes e ações colaborativas (cuidado colaborativo), tendo como propósito central e comum a todos, a pessoa a ser cuidada e sua família.
Referência: 1 Talento B. apud George JB. Jean Watson. In: Teorias de enfermagem: dos fundamentos à prática profissional. 4 ed. Porto Alegre: Artmed. 2000.


PREMISSAS NORTEADORAS 

  • Foco no paciente e na família
  • Acolhimento
  • Equipe Interdisciplinar
  • Cultura de Segurança
  • Atitude
  • Transparência
COMPARTILHAR: